Virada Cultural

IMG_6816

Virada Cultural

Apos uma longa indecisao sobre ir a Virada Cultural ou nao, decidi ir, ja que a Virada estava acontecendo literalmente na porta de casa, afinal sem ter que pegar nenhum tipo de transporte era uma grande vantagem, e ou outra na acredito que conseguiria dormir sabendo que la fora a estava, primeiro, um barulho ensurdecedor e milhares de pessoas se divertindo, isso serio meio que um convite a depresso e essa meu irmao nem de graca, e segundo que fazia apenas alguns dias que estava morando na minha casa novo e todo o pessoal estava indo entao juntei o util ao agradavel, e tambem para poder construir uma relacao com a pessoas que estarei morando junto por algum tempo, achei ser uma boa pedida. Quando sai de casa nao esperava muito em tirar fotos, na real nem levei minha camera, pois nao me sentia com vontade de fotografar, com alguns sabem as vezes se tem essa coisa  chamada “preguica”. Dei uma volta e uma tomei uma cerveja, nao e que a preguica passou e a vontade de fotografar veio, nao sei por que? hehehe.  Na verdade nao sei por que estou escrevendo tudo isso, acho que talvez tenha sido a maneira que aprendi de escrever e toda vez que quero escrever algo meio que  comeco dessa maneira. na verdade mesmo queria apenas colocar umas das fotos que tirei na Virada Cultural. Acho que na verdade aconteceu uma virada  cultural em mim e resolvi postar alguma coisa no Blog que ha tanto tempo nao coloca nada e vivo me prometendo faze-lo. Ta ai nao e que a Virada Cultural Funcionou pelo menos de alguma forma para alguem.IMG_6826

IMG_6763

IMG_6839

IMG_6780

IMG_6767

IMG_6892

Uma cerveja com o Mineiro

Uma cerveja

Guararapes, Sao Paulo, uma cerveja no bar da cidade com o vizinho da minha rtia que trabalhou no canavial e agora esta aposentado por isalubridade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Depois de passar alguns dias viajando pelo interior de São Paulo, passava pela praça principal de Guararapes uma pequena cidade na região noroeste do estado, quando me deparei com um grupo de pessoas conversando, assim que vi o grupo decidi parar para conversar com eles, enquanto conversa com o grupo percebi um homem em particular que me chamou a atenção. Resolvi então dar uma atenção especial e ele. Ele me chamou para tomar um café, eu aceitei o convite, mas o que eu realmente queria era fotografa-lo, pois para mim sua expressão era bem marcante. Depois de algum tempo conversando pedi a ele para poder fotografa-lo, ele disse que não gostava de tirar fotos. Conversamos mais um pouco e saímos do bar onde tomamos o café e caminhamos até um outro bar, nesse caminho ele me falou um pouco sobre sua vida, que havia trabalho durante anos nos canaviais da região e que agora estava na Caixa, pois na havia mais condições físicas de trabalhar. Chegamos no próximo bar e pela segunda vez pedi a ele para poder tirar sua foto pois para mim seria muito importante tirar a foto dele já que seria mais uma historia para o meu projeto final. Depois de algum tempo e algumas geladas consegui fotografa-lo e com a expressão que havia me chamado a atenção.